Mais Reveillon no Rio

Outras boas opções para quem quer uma boa festa de Reveillon, dispensa colocar os pés na areia, mas não dispensa música, boa comida e alegria.  São apenas mais algumas dicas, a conferir…

Reveillon Costa Brava

Pelo segundo ano o Clube Costa Brava faz a festa de Reveillon oferecendo ceia com dois buffets, bar, café da manhã, duas pistas de dança.

  • Pista Indoor: Bateria da Grande Rio, Dj Bernardo Malta, DJ Marlboro, Dj Hellen Sancho
  • Pista Open Air: Dj Shark, Black Alien, Dj Nath Carreiro, Gabe Live!

Ingressos até 12 de novembro com valores promocionais:
Feminino: R$ 240,00
Masculino: R$ 290,00

Clube Costa Brava:
Estrada do Joá, Cond. Joatinga, São Conrado
Telefone: 2567-5796

 

Reveillon da Lagoa, Clube de Regatas do Flamengo

Festa com Rogê, Diogo Nogueira, Bateria da Mangueira, DJ Saddan (Hip-Hop), Adriano DJ (House e Funk)

2º Lote de Ingressos:
Feminino: R$ 240,00
Masculino: R$ 290,00

Clube de Regatas Flamengo
Avenida Borges de Medeiros 997, Lagoa
Telefone: 7835-3624

 

Reveillon da Sociedade Hípica Brasileira

Festa no salão nobre, restaurante, varanda e pátio internos recebem decoração, pisos e estruturas especiais, vista para a queima de fogos da árvore de Natal da Lagoa.

  • Pista Corcovado: Suvaco de Cristo, Bateria da Mangueira, MC Sapão e DJ Roger Lyra, Scarlet e Kabul
  • Pista Rio de Janeiro: DJs Flávia Xexéo, Tucho, Eletrobase DJs (Lulinha, Dadu, Saci e Tonha) e Sany Pitbull

4º Lote de Ingressos:
Feminino: R$ 270,00
Masculino: R$ 330,00
Área Vip:
Feminino: R$ 390,00
Masculino: R$ 490,00

Sociedade Hípica Brasileira
Av. Borges de Medeiros 2448
Telefones: 2203-0515 ou 3724-1028

 

Reveillon Jockey Club

A festa é tem duas pistas e vista para os fogos de Copacabana e da Lagoa, show do Monobloco, buffet completo.

  • Pista principal:
    21h bateria de escola de samba
    Groove Box (show de abertura)
    00h30m, Monobloco
    DJ Nelsinho
  • Pista Fusion:
    DJs de eletrônico e hip hop

2º Lote de ingressos:

Espaço Gávea:
Masculino: R$ 290,00
Feminino: R$ 240,00

Espaço Lagoa:
Masculino: R$ 380,00
Feminino: R$ 330,00
Crianças até 5 anos: R$ 50,00
Crianças 6 a 12 anos: R$ 130,00

Jockey Club
Telefone: 2263-5766

Reveillon 2010 em Copacabana

Vamos lá! Continuamos nas dicas de boas festas de Reveillon no Rio de Janeiro porque o tempo corre, né? Não vamos ficar como a Carolina do Chico para quem o tempo passou na janela.

Nunca deixando de avisar a quem ainda não fez sua reserva de hospedagem que é melhor se apressar. Os preços podem subir, os melhores apartamentos por temporada já vão sendo reservados com antecedência é não é bom contar só com a sorte, viu? Seja esperto e fique atento.

Para quem não conhece bem o Rio e pretende ficar em Copacabana, uma dica: do Posto 1 ao Posto 6 há uma variedade imensa de situações, de tipos de diversão, de ofertas de hospedagem, tudo pode ser muito diferente mesmo que tudo seja Copacabana. Não se pode comparar preços apenas pelo tamanho do imóvel, é preciso saber onde está o prédio, a rua, como é a vizinhança, qual a distância da praia, do metrô, dos pontos turísticos. Em cada detalhe desses um apartamento por temporada pode ser incrivelmente diferente do outro! Isso sem contar fatores como limpeza e conforto, ok? Sei que tem gente com muita história pra contar por aí, algumas divertidas. Mas a nossa dica é de fato: procure saber o máximo possível sobre o local onde vai se hospedar. O ideal é ir até lá ou pedir a um amigo para agendar uma visita. Alugar no escuro é complicado, hein, gente…

Mas se o importante é fazer festa e gastar pouco, feche os olhos e vá em frente, merrmão! O importante é ser feliz!

E a dica quentíssima de hoje é felicidade pura. É para quem quer molhar os pezinhos na água salgada do mar de Copacabana sem deixar de desfrutar boas bebidinhas, comidinhas, ceia e espumante… tudo ali, na beira da praia, no calçadão de Copacabana. Sim! Isto é possível!!! E com segurança. Tome nota de nossa dica de hoje e depois nos diga se não é esta a sua Festa.

Reveillon 2010 Copacabana – Quiosque Chopp Brahma

 São três quiosques em diferentes pontos da Orla de Copa:

  • Av. Atlântica entre Siqueira Campos e Figueiredo de Magalhães
  • Av. Atlântica entre Santa Clara e Constante Ramos
  • Av. Atlântica próximo à Djalma Ulrich

08QuiosqueBrahma       03QuiosqueBrahma

Cada quiosque é preparado em uma área reservada na praia, com acesso restrito (você recebe uma pulseira de identificação) e total segurança. Dentro desta área há banheiros privativos para quem está no Quiosque Brahma, há um bom espaço de área coberta com mesas para 4 pessoas e também há um Lounge que pode ser ao ar livre ou com cobertura, onde são colocados pufes e cadeiras (mesas não) para que o pessoal fique mais à vontade, algo bem legal para grupos de amigos. A abertura da festa acontece a partir das 21h e vai até às 4h. Tanto na área de mesas como nos Lounges desfruta-se de bebida liberada e buffet. A bebida é, evidentemente, o ótimo chopp da Brahma e também os drinks de frutas (caipirinhas e caipivodkas), além de refrigerantes e água mineral. Uma mesa com frios e petiscos é preparada para o pessoal ir se divertindo até a hora da ceia que começa às 23h:  não deixe de conferir o cardápio no site. E tem mais: uma garrafa de espumante por casal é oferecida às 23h45 para o brinde da virada e, à partir de 1h,  rabanadas, tortas e frutas esperam por você no Buffet de sobremesas.

Ah, sim… Claro que você pode desfrutar deste ambiente e, se quiser, pode sair da área fechada, ir até o mar e voltar, afinal é para isso que você tem a sua pulseira de identificação.

07QuiosqueBrahma09QuiosqueBrahma01QuiosqueBrahma

Os preços? O primeiro lote já está à venda com preços promocionais (depois do dia 15 tudo pode mudar, então é melhor se apressar!). Se você prefere a mesa na área coberta, com lugarzinho escolhido e marcado é R$ 350,00 por pessoa. Mas se você prefere o Lounge com maior liberdade o valor é R$ 250,00 por pessoa. Só não esqueça: este valor é para o primeiro lote e é válido somente até o dia 15 de novembro. Corra!

Procure saber mais no site do evento, envie e-mail solicitando reserva ou telefone para 55 21 7891-8091 (Roberto) / 55 21 7854-7933 (Alex).

Reveillon 2010 no Rio de Janeiro

Pois é, gente…
Por vezes parece um pouco assustador entrar num shopping em novembro dar de cara com Papai Noel, bolinhas coloridas e árvores enfeitadas como a nos dizer: “Ó, acabou o ano!”. O fato é que todo ano acaba, então bora lá encarar com alegria e rebolado!

O Rio de Janeiro sempre foi a cidade mais linda em tudo, mas consegue ser ainda mais brilhante nas viradas de ano. E para além das areias de Copacabana com sua luz e cor, aquela vibração positiva, os pés nas primeiras ondas, as flores jogadas, os abraços e a esperança nos olhos, ainda há uma porção de eventos e jantares e festas para todos os gostos!

Se você já reservou seu Pacote de Reveillon para sua estadia no Rio, fez muito bem. Esta é uma data muito procurada e faz lotar hotéis e apartamentos por temporada rapidamente. Mas se não o fez, não se desespere. Procure com calma. Não se jogue na pista sem avaliar tudo muito bem. Para cada tipo de pessoa há um tipo certo de hospedagem. Há quem prefira um bom hotel, ou um hotelzinho mais em conta com serviços honestos; há quem adore se aventurar num hostel e fazer milhões de amigos, há os que buscam ótimos apartamentos por temporada (que são os nossos, por exemplo) e também há quem não se importe em ficar num apartamento sem tanto conforto quando a idéia é ficar mais tempo possível na rua. Todos têm razão e o importante é encontrar o que seja o melhor lugar para hospedagem nos Pacotes de Reveillon do Rio de Janeiro. Mas que história é esta de “pacote”? É que em datas em que a procura é maior que a oferta, acaba sendo necessário determinar uma quantidade de dias e fechar um pacote com preço diferente do que é praticado em datas comuns. Se é mais caro? Não, se for levado em consideração que o pacote já é a festa. Mas é melhor não sofrer com isso… o ano começa melhor com o coração em paz e objetivos bem definidos.

 

004-Reveillon-Rio de Janeiro    003-Reveillon-Rio de Janeiro

002-Reveillon-Rio de Janeiro    001-Reveillon-Rio de Janeiro

A partir de agora a gente já começa a dar algumas dicas de festas badaladas no Rio. Observando sempre que para fazer um bom Reveillon, muitas vezes a melhor festa é aquela velha canga na areia, o prosseco geladinho e companhia agradável enquanto os fogos estouram no céu. Preste atenção. E aproveite tudo, tudo, tudinho. A primeira dica super super vai para o Pão de Açúcar. Tome nota e veja se esta pode ser a sua festa.

 Reveillon do Pão de Açúcar

É a quarta edição da festa, uma das mais bonitas do Rio de Janeiro. As mesas ficam em área coberta, há lounges e pistas de dança além de um serviço completo de buffet, open bar, sobremesas, café da manhã, manobrista e estacionamento gratuito (até o limite de vagas). Entre as atrações deste ano estão: show com bateria de escola de samba na hora da virada e show ao vivo com a banda Soul de Quem Quiser.

A festa começa cedo e termina quando o dia amanhece. A primeira viagem do bondinho da Praia Vermelha ao Morro da Urca acontece às 20h;  logo mais, às 22h30 o bondinho sai do Morro da Urca para o Pão de Açúcar (para quem tem ingressos para esta área exclusiva). Às 05h30 sai o último bondinho de volta do Morro da Urca até a Praia Vermelha.

O primeiro lote de ingressos já está à venda. Eles podem ser adquiridos pela Internet através do site da Ingresso.com, pelo telefone 4003-2330 ou nos postos de venda:

  • Posto BR Piraquê Lagoa (somente para o Morro da Urca)
  • Bilheteria do Bondinho (para Pão de Açúcar e Morro da Urca)

Quanto custa?

Ingressos Pão de Açúcar:
Adultos: R$ 750,00
Crianças (de 6 a 12 anos) R$ 375,00
Crianças (até 5 anos) R$ 150,00

Ingressos Morro da Urca:
Masculino: R$ 390,00
Feminino: R$ 360,00
Crianças (de 6 a 12 anos) R$ 150,00
Crianças (até 5 anos) R$ 50,00

Para mais informações, veja o site do evento:
Pão de Açúcar – Av. Pasteur 520, Urca. Telefone: 2263 – 5766

Faz bem!

 

08533-bike-posto6

 

est2-obra-descascadaSol de amolecer os miolos e lá fomos nós para ver o andamento da reforma do Estúdio Dois, pegar mais uma lista de material, passar na loja, acertar mil e um detalhes e refazer medidas. É claro que não há nada de bonito para mostrar enquanto o paciente está sendo devidamente recortado sobre a mesa de cirurgia, né? Pois digo-lhes que dá um certo prazer ver que a parte de corte e recorte já está bem adiantada.

 

08518-pão-eclipsePausa para um quase almoço ali pertinho no Eclipse. Gente! Alguém aí conhece uma “entradinha” que eles chamam de Pão Eclipse na forma? Pois foi esse o nosso almoço! Consiste em: “Untada com Azeite Extra Virgem, recheado com Provolone, Calabresa, Presunto cozido, Cebola, Manjericão, Orégano e Parmesão Ralado”. Só isso, né? E umas folhas de alface, tomates secos e tomates cereja para dar um tchã. Pedimos um só para ver como era. E como vimos! Duas enormes fatias de pão com tudo aquilo que estava descrito. É para comer ajoelhado. Sério.

Rumo à orla p08530-poeta-Carlosara seguir caminho aos outros compromissos e lá estava o Drummond. Ele é a primeira “pessoa” que a gente vê sentadinho no banco da calçada quando se está saindo da Rua Rainha Elizabeth atravessando a Av. Atlântica em direção à praia. E sempre está rodeado de fãs, admiradores, leitores, poetas, mulheres… Não é uma estátua, é uma marca de poesia feita diante do mar. Bonito de ver. E o olhar de quem senta ao lado do poeta de bronze é para os edifícios da Av. Atlântica no quarteirão em que está o Estúdio Dois. Só que do lado de lá, na parte interna, são os fundos desses prédios que impossibilitam a nossa vista para o mar. Pequeno detalhe que a imaginação dá conta, né não?

8524-quadra-Elizabeth

 

Mas olha só a grande novidade do dia! Surge na ciclovia um mini-carro, ou um tipo de triciclo, algo desconhecido que definitivamente não era o super-homem. Perguntamos, claro! Afinal, no carrinho dizia “Transporte gratuito”. O moço muito simpático explicou que era o primeiro dia do acontecimento. Faz parte de um projeto da Nestlé que no seu site já mencionava que o Rio “receberá uma série de ações e eventos inéditos patrocinados exclusivamente pela empresa até o final deste ano”.

RioFazBem-foto-SergoFonseca3RioFazBem-foto-SergoFonseca1RioFazBem-foto-SergoFonseca2

Diz lá no site sobre o projeto:

Um grande abraço – Assinada pela agência MPM, a campanha contará com anúncios em jornal e mídia exterior, além de atividades ao longo da orla carioca. As peças desenvolvidas destacam a cultura e os valores do Rio e convidam a população local e os turistas a abraçarem a cidade, com a assinatura “Rio Faz Bem Nestlé”.

O tal transporte gratuito é muito fofo, são vários carrinhos circulando pela ciclovia, a maioria em Copacabana, outros em outras praias. Disse-me o moço que vão ficar à nossa disposição até o dia 19 de dezembro, mas quando eu solucei “aaaahhhh!”, ele me confortou dizendo que é uma experiência e que talvez o projeto se estenda até fevereiro. Vamos torcer para que fique por muito tempo, porque é claro que faz bem!

Muito suor!

08389 Faz calor no Rio de Janeiro, pessoal. Calor e muito sol. Mas é muito, muito, muito meeesmo!!! E pensar que até poucos dias a gente reclamava do tempo chuvoso e da cara amarrada do céu. Mas o suor não é só por conta das altas temperaturas, não. É que o novo estúdio está naquele momento de muito trabalho. Sim, o Estúdio Dois que fica ali na esquina da Rainha Elizabeth no Posto 6 é um lugar muito interessante, mas precisava passar por uma suave “cirurgia plástica” para embelezamento e funcionalidade.

Coisa simples tipo: descascar parede, retirar azulejos velhos, destruir antigos armários embutidos, jogar muita coisa fora, dar uma geral nas aberturas, trocar piso, refazer parte de hidráulica e eletricidade, instalar um box de vidro no banheiro, preparar nova bancada para pia e cooktop, dar aquela pintura geral, preparar iluminação, intalar ar condicionado etc e tal.

ap-est-2Os rapazes são ótimos, equipe do Seu Luiz nunca falha. E dizem que tudo vai estar pronto rapidinho. A gente acredita porque já conhece o esquema do Seu Luiz. E por isso, já compramos boa parte dos móveis, eletrodomésticos, utensílios e objetos de decoração. Falta muito pouco. Pequenos detalhes que precisam ser ajustados conforme o andamento da obra. Preciso, por exemplo, das medidas das janelas (esqueci de anotar) porque me dei conta que ainda não tinha planejado cortina. Estou aqui com minhas idéias… amanhã tiro as medidas e boto a imaginação para funcionar.

Por enquanto, é contar os dias, enxugar o suor, detalhar o projeto, comprar coisas e coisas… e deixar o bafo na nuca com o Seu Luiz.

Renata, nossa arquiteta preferida já está trabalhando com afinco na planta oficial do Estúdio Dois porque nosso primeiro desenho é bacaninha, mas é amador. Então, depois da planta humanizada, e depois de algumas coisas nos seus lugares poderemos pensar naquela modelagem 3D feita por “Mendes&Fonseca” que mostra detalhadamente o lugar. Mas calma… temos alguns dias de muito trabalho e suor pela frente ainda.

E bota suor nisso!

Feriado de muito sol

O que fazer no Rio num feriado de muito sol? Ir à praia, claro. Mas e quando se é pego de surpresa porque mesmo sendo feriado você tem algum trabalho para fazer e o horário não permite partir cedo para a boa vida de sol e mar?

Bem, ontem o sol e aquele brilho azul da orla no Posto 6 nos agitou o coração. Pensamos: vamos terminar logo com o que temos a fazer e depois vamos almoçar perto do mar. Geralmente escolhemos casas amigas, com garçons amigos e o mar por testemunha. Imaginamos que iríamos ao Azul Marinho onde o Cícero nos recebe com sorriso, onde o Marcos e a Silvia são competentes e afetuosos, mas numa tarde de sol sabemos que as mesinhas do lado de fora, com direito à vista para o mar e cheiro de maresia, estariam todas lotadas. A outra possibilidade era o La Fiorentina no Leme, onde o Carlos e o Pereira nos recebem com entusiasmo e cujo chopinho gelado não nos deixa triste. Tentamos. Ah… bem que tentamos. Mas parece que todos tiveram a mesma idéia. A orla estava entupida de gente. As praias eram uma festa. Cadê uma vaga para estacionar?

Rodamos várias vezes pela Av. Atlântica até desistir debaixo do sol. E como a fome já era intensa, lá fomos nós para a Gávea (dica só para os que gostam de carne) comer uma picanha fatiada do Hipódromo. Tinha vaga para estacionar e um chopp honesto. Faltou o mar, é claro. Mas valeu pelo passeio, contornar a Lagoa Rodrigo de Freitas, ver gente bonita caminhando e tomando água de coco. Em dia de sol no Rio, nada se perde, é sempre um lucro atrás do outro, creiam-me.

Rio de Janeiro eleito melhor destino gay

LGBT-2010-a 

Ocorreu neste domingo, 01 de novembro, a Parada LGBT no Rio de Janeiro, iniciando no Posto 6 e percorrendo toda a orla de Copacabana com o colorido e alegria peculiar do evento cuja chamada era: “Eu tenho direito de viver e amar livremente”. A parada levanta a questão do preconceito e, como nos anos anteriores, leva a refletir sobre a questão da homofobia, buscando aliados à causa: Diga não à homofobia.

Mais uma vez o evento teve presença do Governador do Estado do Rio de Janeiro Sérgio Cabral. Além disso, o prefeito Eduardo Paes entregou, num gesto simbólico, as chaves do Rio de Janeiro à presidente do Grupo Arco-Íris, Gilza Rodrigues: “deixo a cidade em suas mãos”. Segundo ele, este evento deve ser transformado na “Maior Parada do mundo”.

Um dia depois da parada, a cidade recebe o título de “Melhor destino gay do mundo“. Com promoção do Logo da MTV através do site TripOut Gay Travel, o Rio desbancou Buenos Aires, Barcelona, Londres, Montreal e Sydney.

De acordo com o site TripOut Gay Travel, o Rio de Janeiro é uma das cidades onde a comunidade gay sente-se “muito bem-vinda”. Citada como a rua mais gay da cidade, a Rua Farme de Amoedo é a rua que leva em direção da Praia gay de Ipanema. Um luxo só, pode-se dizer, embora hoje, o Rio também seja considerado um dos destinos mais econômicos para o turista estrangeiro, tendo em vista a valorização da moeda brasileira.

O turista LGBT viaja em média 29 dias por ano e movimentou cerca de US$ 65 bilhões em 2007, segundo dados da IGLTA. Boas dicas para quem procura passeios e diversão podem ser encontradas aqui.

parada-LGBT-fotografia-by-SergioFonseca   parada-LGBT-2-fotografia-by-SergioFonseca

parada-LGBT-3-fotografia-by-SergioFonseca   parada-LGBT-4-fotografia-by-SergioFonseca

É isso, gente.
Rio de Janeiro, cidade feliz e capaz de produzir felicidade. A gente quer manter essa alegria, sim. Menos violência e mais amor. Menos medo e mais cor. Queremos ser a cidade “mais” em todos os bons aspectos e receber gente bonita, gente que gosta de mar, de praia, de samba, de vida. A gente tem o direito de viver e amar livremente, sim.
college essay help online free http://paperush.com/essay-help/